Navegação – Mapa do site

Apresentação

Adelino Cardoso e Laura E. Herrera Castillo
p. 11-12

Texto integral

1No seu número 32, a revista Cultura acolhe os resultados mais significativos da acção integrada hispano-lusa O Surgimento da Ciência Moderna na Europa: G. W. Leibniz (AIB2010PT-00167) (www.leibniz.es/granada-lisboa.htm), uma iniciativa inscrita no projecto Leibniz en Español (FFI2010-15914) (www.leibniz.es), financiada pelo antigo Ministerio de Ciencia e Innovación de España, pela Junta de Andalucía (P09-HUM.5109) e pelo Conselho dos Reitores das Universidades Portuguesas.

2Iniciada em 2007, a acção integrada consolida-se em 2009, com a realização da primeira reunião conjunta de ambas as equipas, espanhola e portuguesa, em Lisboa. De 2010 a 2013, foi desenvolvido um trabalho regular, com duas reuniões por ano, uma em Lisboa e outra em Granada, criando um espaço comum de debate e intercâmbio de ideias, que se revelou muito fecundo tanto para os jovens inves­tigadores como para aqueles que se dedicam há longos anos ao estudo do pensa­mento leibniziano. A partir do início de 2012, a acção integrada foi reforçada pela articulação com o projecto sobre “O conceito de natureza no pensamento médico­-filosófico na transição do século XVII ao XVVIII” (PTDC/FIL-FCI/116843/2010), cuja equipa de investigação inclui todos os membros portugueses da acção integrada. Apresentados e discutidos em diferentes reuniões de trabalho, os artigos agora publicados foram objecto de profunda reformulação, constituindo, de facto, tra­balhos originais.

3O projecto desenvolveu-se em torno de dois eixos centrais: o lugar do pensa­mento filosófico-científico de Leibniz no quadro da Modernidade, o que exige a determinação do seu contributo para o progresso das ciências e o estudo das rela­ções entre as propostas leibnizianas e as dos seus contemporâneos; a articulação entre ciência e metafísica na dinâmica interna da elaboração intelectual de Leibniz. A especificidade do leibnizianismo revela-se também no modo como interpretou diferentes tradições, que marcaram, pela concordância ou divergência, o seu per­curso. E bem assim na controvérsia que envolve a recepção do seu pensamento.

4Do ponto de vista temático, a investigação incidiu sobre as múltiplas áreas do saber: lógica, filosofia da linguagem, epistemologia; matemática, física, dinâmica; medicina, biologia, química; história, psicologia, direito, religião, cultura. Algumas das questões intrínsecas ao leibnizianismo constituíram-se como focos problemá­ticos e mobilizaram debates intensos dentro da equipa de investigação: a questão da homogeneidade versus pluralidade dos saberes; a relação entre matemática e ciência da natureza; a continuidade entre o orgânico e o inorgânico, entre o físico e o psíquico; determinismo versus liberdade. O trabalho colectivo deu um impulso considerável para o aprofundamento da investigação individual, expressa em dezasseis estudos que compõem o presente volume.

5Os trabalhos agrupam-se em três secções: na primeira, incluem-se propostas de reinterpretação de tópicos nucleares da obra científica e filosófica de Leibniz, visando uma renovação do olhar sobre o leibnizianismo como um todo (Juan A. Nicolás, Julián Velarde, Bernardino Orio, Paulo de Jesus, Juan Arana); na segunda, reúnem-se trabalhos com uma abordagem precisa de questões específicas (Laura Herrera Castillo, Marta Mendonça, Leticia Cabañas, Manuel Silvério Marques); a terceira, eminentemente dialógica, dedica-se ao intercâmbio epistolar de Leibniz, mas também à influência de pensadores anteriores, nomeadamente Francisco Suárez, na sua obra, e à influência de Leibniz na posteridade filosófica e científica. O trabalho de Maria Luísa Ribeiro Ferreira, que participou em todo o percurso de investigação de um modo muito estimulante, foi publicado na revista Philosophica, razão pela qual não foi incluído neste número de Cultura.

Topo da página

Para citar este artigo

Referência do documento impresso

Adelino Cardoso e Laura E. Herrera Castillo, « Apresentação », Cultura, Vol. 32 | 2013, 11-12.

Referência eletrónica

Adelino Cardoso e Laura E. Herrera Castillo, « Apresentação », Cultura [Online], Vol. 32 | 2013, posto online no dia 22 Janeiro 2015, consultado a 26 Junho 2017. URL : http://cultura.revues.org/1940

Topo da página

Direitos de autor

© Centro de História da Cultura

Topo da página
  • Logo Centro de História d'Aquém e d'Além-Mar
  • Revues.org